Como a regulamentação das apostas pode evitar manipulações em partidas

Atualizado: 7 Fev 2024
heloisa vasconcelos.webp

Escrito por:

Heloísa Vasconcelos

Sobre o autor

Investigo dados e fatos sobre legislação e tendências para criar notícias exclusivas.Leia mais
Jornalista
Imagem de uma bola de futebol sendo controlada pelos pés de um atleta, que usa chuteiras e meias pretas.

A manipulação de resultados de partidas esportivas para favorecer resultados de apostas levou ao indiciamento de 14 pessoas e ao banimento de três jogadores por parte da Fifa, após investigações do Ministério Público de Goiás.

A CPI aberta na Câmara dos Deputados para apurar as fraudes foi encerrada na última terça-feira (26) sem votação do relatório final, mas com a proposição de quatro projetos de lei sobre o tema.

O PL 3.626/23, que trata da regulamentação das apostas esportivas, também traz o assunto.

A manipulação de partidas e outras fraudes é tratada em alguns pontos no projeto de lei, que estabelecem a obrigatoriedade de uma política de prevenção e ações que podem ser tomadas pelo Ministério da Fazenda no caso de suspeitas de intervenções nas partidas.

O projeto de lei, que aguarda apreciação no Senado, não traz detalhes de procedimentos como a aplicação de sanções ou sobre como ocorrerá a fiscalização de fraudes.

Possíveis mudanças no Senado

O texto atual detalha que, caso haja suspeita de manipulação de resultados, o Ministério da Fazenda pode determinar, cautelarmente:

  • A imediata suspensão de apostas e a retenção do pagamento de prêmios relativamente ao evento suspeito.
  • A suspensão ou a proibição, a um ou mais agentes operadores, de apostas em eventos intercorrentes ou específicos ocorridos durante a prova, a partida ou a disputa suspeita, que não o prognóstico específico do resultado final.
  • Outras medidas restritivas destinadas a evitar ou a mitigar as consequências de práticas violadoras da integridade no esporte.

É possível que partes do texto da regulamentação das apostas sejam modificadas no Senado para tornar a legislação mais específica com relação ao combate de fraudes e lavagem de dinheiro.

O senador Eduardo Girão considera que o texto aprovado na Câmara é ruim e afirma que lutará para realizar mudanças na passagem da matéria pela Casa Revisora.

quoteIcon
[O texto] não trata de maneira adequada de questões importantes, entre elas a fiscalização e o controle, tanto dos crimes de colarinho branco, como também de fraudes nos resultados das atividades esportivas, principalmente o futebol. - Eduardo Girão
Quote author

Ele destaca que já propôs no Senado sete projetos de lei que buscam mitigar os “graves e negativos impactos sociais” das apostas esportivas.

“Eles tratam de inibição da publicidade em meio de comunicação em massa, restrição de patrocínios em times e arenas esportivas, aplicação de verbas maiores em políticas de prevenção à ludopaitia, impossibilidade de oferecer na mesma plataforma jogos de apostas de quota fixa e jogos de azar que ainda são proibidos no Brasil, tais como os de bingos e cassinos”, cita.

Maleabilidade da lei

Para o sócio-fundador do escritório Jantalia Advogados e especialista em direito de jogos, Fabiano Jantalia, o texto aprovado pela Câmara já atingiu um ponto “ótimo”.

quoteIcon
O mais adequado é seguir o modelo brasileiro de ter as regras por meio de atos infralegais. É um erro colocar detalhes em projeto de lei, porque isso engessa e tira a possibilidade de atualizar a cada dia as normas sobre o assunto. - Fabiano Jantalia

Ele explica que as regras mais detalhadas sobre fraudes e lavagem de dinheiro costumam não estar em leis, mas em regulamentos infralegais.

Ele avalia que existe ainda muito preconceito relacionado ao setor de apostas esportivas, o que pode levar a uma cautela exagerada na elaboração do projeto. Segundo o especialista, um maior detalhamento tiraria a maleabilidade da lei.

Próximos passos

Após a aprovação da lei, o Ministério da Fazenda deverá editar os atos regulamentadores para detalhar a questão das fraudes em apostas esportivas. Fabiano Jantalia considera que devem ser incorporadas as boas práticas de prevenção à lavagem de dinheiro de outros setores, como o bancário.

“Está em estudo o desenvolvimento de um sistema por meio do qual o ministério da fazenda receberia em tempo real as apostas, o que permitiria acompanhar as questões de lavagem de dinheiro e de manipulação de partidas”, cita.

Como nós avaliamos este artigo

Comentários

Deixe o seu comentário

Veja o que outros usuários dizem

Ainda sem comentários

Artigos relacionados

symbolLogoGreen
imposto do pecado.jpg
11 Jul, 2024
Grupo de trabalho da Câmara inclui apostas no 'imposto do pecado'

Parecer foi divulgado pelo grupo de deputados nesta quinta-feira (4) e ainda precisa ser apreciado pelo plenário da Câmara. Além das apostas, carros elétricos foram incluídos na lista de itens que receberão a alíquota.

Legislação
symbolLogoGreen
haddad (1).png
3 Jul, 2024
Haddad defende projeto de lei que legaliza cassinos e jogo do bicho

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, defendeu a aprovação do projeto em vídeo publicado pelo senador Irajá, relator da matéria no Senado Federal. Projeto aguarda votação no plenário para ir à sanção.

Legislação
symbolLogoGreen
jogos online permitidos.jpg
4 Jul, 2024
Se Liga!
Jogo do Tigrinho entra na regulamentação das apostas? Entenda os jogos online permitidos

A Portaria nº 722 estabelece que os jogos online regulamentados deverão ter um multiplicador fixo de forma clara, além de certificação de aleatoriedade.

Legislação
symbolLogoGreen
cassinos-fisicos.webp
20 Jun, 2024
Projeto de Lei sobre cassinos é aprovado na CCJ do Senado

Entenda o projeto de lei que libera cassino e bingo no Brasil após aprovação na CCJ do Senado. O texto segue para votação no Plenário do Senado.

Legislação
symbolLogoGreen
camara dos deputados no brasil.jpg
7 Jun, 2024
Imposto seletivo da reforma tributária pode impactar as apostas online 

Saiba o que é o imposto seletivo da reforma tributária e como isso pode afetar a regulamentação das apostas online no Brasil e ter efeito rebote.

Legislação
symbolLogoGreen
ministério da fazenda.webp
10 Jun, 2024
Requerimento de casas de apostas por regulamentação no Brasil pode passar por até três órgãos federais

O Sistema Gestão de Apostas é a plataforma utilizada para registrar o requerimento para regulamentar casas de apostas no Brasil. A solicitação será verificada por até ter 3 órgãos federais. Saiba mais!

Legislação