Como o PL das apostas impacta o apostador?

Atualizado: 30 Jan 2024
heloisa vasconcelos.webp

Escrito Por:

Heloísa Vasconcelos

Sobre o autor

Investigo dados e fatos sobre legislação e tendências para criar notícias exclusivas.Leia mais
Jornalista
larissa borges author

Revisado Por:

Larissa Borges

Sobre o autor

Minha revisão minuciosa e faro para novas ideias garantem conteúdo que respondem suas dúvidas.Leia mais
Editora
Imagem de um notebook em uma mesa branca. Em cima do notebook, vemos um martelo usado por juízes, ilustrando o conteúdo que discute como a pl das apostas impacta o apostador

Foto: Pexels

Conforme temos comentado nesta coluna, o Governo Federal publicou medida provisória que alterou a Lei nº 13.756/18 e dar o pontapé inicial para regulamentar as apostas esportivas no Brasil.

Uma medida provisória é um instrumento legislativo utilizado no Brasil para permitir que o Poder Executivo (Presidente da República) adote medidas com força de lei em situações de urgência e relevância.

Essas medidas têm um caráter temporário e podem ser implementadas sem a necessidade do processo legislativo tradicional, que envolve a discussão e votação em ambas as casas do Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado Federal).

A medida provisória em questão passou a valer imediatamente e foi submetida ao Congresso Nacional, que tem o prazo total de 120 dias para votá-la, sob pena de ela perder a sua eficácia. Logo após a sua publicação, a medida provisória recebeu 244 emendas, o que já era um indicativo do debate que haveria para a sua votação.

Ocorre que, mesmo durante o prazo para a sua votação, foi aprovado na Câmara dos Deputados o projeto de lei nº 3.626/2023, que, da mesma forma, altera a Lei nº 13.756/2023 para disciplinar “a exploração da loteria de aposta de quota fixa pela União”.

O texto do projeto de lei ainda está longe do ideal para o mercado, porém, é mais um importante passo no debate.

Hoje, a medida provisória está em vigor e o texto em questão ainda é somente um projeto de lei, portanto, não vigora antes da conclusão do processo legislativo.

Assim, no presente texto, iremos pontuar as principais alterações trazidas pelo projeto de lei que impactam o apostador.

Sites autorizados para apostar

O primeiro deles diz respeito a onde apostar. Ao contrário da proposição do governo presente na Medida Provisória 1182/23, o PL estipula que apenas empresas constituídas de acordo com a legislação vigente no Brasil, com sede e administração localizadas no território nacional, estarão habilitadas a requerer autorização, sendo excluídas as empresas estrangeiras.

O regulamento que será publicado estabelecerá outros requisitos, por exemplo, a estipulação do valor mínimo do capital social, a necessidade de conhecimento prévio dos sócios, dentre outros.

Proibição aos apostadores

O segundo ponto está relacionado ao perfil dos apostadores. Permanecem no projeto de lei as proibições de apostas por:

  • menores de idade,
  • servidores públicos responsáveis pela regulamentação
  • pessoas que possam exercer influência sobre o desporto (como atletas, treinadores, dirigentes, árbitros, dentre outros).

O texto garante a proteção do apostador com base no Código de Defesa do Consumidor e o acesso a informações sobre como as apostas funcionam, retirada de prêmios etc.

Defesa do consumidor e regras para publicidade

Também temos maior clareza quanto à publicidade. As normas regulamentares poderão estabelecer restrições quanto aos horários, programas, canais e eventos nos quais a propaganda das apostas poderá ser veiculada, com vistas a evitar sua exposição a menores de idade.

Em tais circunstâncias, as empresas de comunicação, bem como os provedores de internet e websites, deverão remover a propaganda de circulação mediante notificação do Ministério da Fazenda.

Campanhas não poderão insinuar que apostas podem substituir o emprego ou ser fonte de renda adicional.

Essas campanhas publicitárias não poderão, ademais, insinuar ou permitir a interpretação de que a aposta possa substituir o emprego, resolver dilemas financeiros, constituir fonte de renda adicional ou ser considerada uma forma de investimento financeiro.

O conteúdo dessas publicidades não deverá atentar contra crenças culturais ou tradições brasileiras, particularmente aquelas que se opõem às apostas.

No âmbito das disposições relativas à propaganda comercial, estarão vedadas as seguintes práticas:

  • publicidade de empresas desprovidas de autorização para a exploração de loterias;
  • divulgação de alegações infundadas acerca das probabilidades de sucesso ou potenciais ganhos que os apostadores podem almejar;
  • apresentação da atividade de aposta como socialmente atraente;
  • a utilização de afirmações de personalidades notórias e celebridades insinuando que o jogo contribui para o sucesso pessoal ou social.

Impostos

Sobre o imposto de renda do apostador, será cobrado 30% de IRPF sobre a parcela dos prêmios que exceder a faixa de isenção, contudo o texto legal não leva em conta os valores de apostas perdidas, o que poderá impor grandes ônus aos apostadores.

As alterações não foram tão grandes para o apostador, mas conseguimos perceber maior iniciativa na proteção ao consumidor. Enquanto não sabemos o que irá acontecer, seguimos acompanhando com afinco e na expectativa de o quanto antes termos um mercado de apostas regulado no Brasil.

Comentários

Deixe o seu comentário

Veja o que outros usuários dizem

Ainda sem comentários

Artigos relacionados

symbolLogoGreen
congresso (1).jpg
May 09, 2024
Atenção!
Congresso derruba vetos da lei das apostas esportivas

Com a rejeição do Congresso Nacional, a Lei nº 14.790 passa a considerar como prêmio líquido para efeito de tributação ao apostador o valor deduzido de perdas.

Legislação
symbolLogoGreen
isencao imposto apostas.jpg
May 07, 2024
Receita Federal estabelece isenção de imposto aos apostadores até R$ 2.259

Instrução normativa publicada nesta terça-feira altera a regra de cobrança de impostos sobre as loterias, permitindo isenção no caso de prêmios até a primeira faixa do imposto de renda.

Legislação
symbolLogoGreen
sistemas de apostas.jpg
May 06, 2024
Atenção!
Fazenda estabelece domínio bet.br e possibilita apostas físicas

Portaria publicada em edição especial do Diário Oficial da União da última sexta também permite apostas de quota fixa em modalidade física.

Legislação
symbolLogoGreen
proibição  bonus casa de apostas.jpg
Apr 23, 2024
Atenção!
Casas de apostas regulamentadas não poderão oferecer bônus de boas-vindas

A vedação ao cedimento de "qualquer forma de vantagem prévia" já era prevista pela Lei nº 14.790 e foi reforçada pela portaria publicada pela Secretaria de Prêmios e Apostas na última quinta-feira (19).

Legislação
symbolLogoGreen
apostas cartão de crédito.jpg
Apr 23, 2024
Atenção!
Apostas com cartão de crédito não serão permitidas; confira regras de pagamento

Portaria do Ministério da Fazenda traz regras gerais para as transações financeiras realizadas entre as casas de apostas e apostadores.

Legislação
symbolLogoGreen
licença federal estadual.jpg
Apr 16, 2024
Licença estadual ou federal? Entenda o embate entre as duas esferas na regulamentação das apostas

Enquanto a previsão do Ministério da Fazenda é oferecer autorização para casas de apostas até o final deste mês, alguns estados já possuem empresas licenciadas.

Legislação