Ministério do Esporte deve criar secretaria para acompanhar apostas esportivas

Atualizado: 11 Jul 2024
heloisa vasconcelos.webp

Escrito por:

Heloísa Vasconcelos

Sobre o autor

Investigo dados e fatos sobre legislação e tendências para criar notícias exclusivas.Leia mais
Jornalista
andré fufuca.png

O governo federal deve contar até o final de julho com mais uma pasta voltada para acompanhar as apostas esportivas, desta vez ligada ao Ministério dos Esportes.

De acordo com o ministro André Fufuca, o novo órgão irá trabalhar pela integridade do esporte, em meio a denúncias de manipulação de resultados. A afirmação foi dada em entrevista à Band News FM nesta quinta-feira (27).

"Não adianta a gente criar uma secretaria que vai trabalhar em cima da questão da arrecadação com as apostas se não trabalharmos pela integridade delas", ressaltou.

A criação da secretaria veio a tona após investigação da Polícia Federal sobre possível manipulação de resultados em um jogo da série D do Brasileirão.

A operação Jogo Limpo foi deflagrada na última quarta-feira (26), cumprindo 11 mandados de busca e apreensão.

Manipulação na série D

A operação Jogo Limpo investiga o envolvimento de um esquema de apostas no jogo entre Inter de Limeira e Patrocinense, disputado no dia 1º de junho.

Durante a partida, o Patrocinense sofreu três gols ainda no primeiro tempo, sendo um deles, contra. De acordo com a investigação, pessoas teriam lucrado com a aposta específica de que o Patrocinense perderia o jogo com uma diferença de pelo menos dois gols.

O caso chegou à Polícia Federal após um relatório da Sportsradar, empresa especializada em detecção de fraudes, ser enviado à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Conforme o relatório, 99% da tentativa da rotatividade no mercado de “totais de gols do primeiro tempo” nesta partida foi para o resultado esperado pelos apostadores.

Foram expedidos mandados de busca e apreensão nas cidades de Patrocínio, São José do Rio Preto (SP), São Paulo, Rio de Janeiro, Tanguá (RJ) e Nova Friburgo (RJ). Os alvos da investigação incluem jogadores, empresário e o técnico que comandava o Patrocinense na época da partida

Comentários

Deixe o seu comentário

Veja o que outros usuários dizem

Ainda sem comentários

Artigos relacionados

symbolLogoGreen
agu.png
10 Jul, 2024
AGU recorre pedido da Loterj contra bloqueio de sites de apostas

Para a Advocacia Geral da União (AGU), o bloqueio é inadequado já que a regulamentação do mercado de apostas é uma competência do governo federal.

Mercado
symbolLogoGreen
canal tigrinho.png
9 Jul, 2024
Atenção!
Canais oferecem dinheiro para criação de 'grupos do tigrinho' no WhatsApp

Esquema inclui pagamentos de R$ 20 a R$ 60 para quem criar os grupos, utilizando listas de contatos vazadas na internet. Grupos são utilizados para divulgar cassinos online ou para venda de produtos.

Mercado
symbolLogoGreen
sites bloqueados.jpg
12 Jul, 2024
Atenção!
Sites começam a ser bloqueados no Brasil após decisão favorável à Loterj

Algumas casas de apostas já estão fora do ar e criam links alternativos para manter o funcionamento.

Mercado
symbolLogoGreen
justiça.jpg
1 Jul, 2024
Casas de apostas sem licença da Loterj podem ser bloqueadas no Rio de Janeiro

A Loteria do Rio de Janeiro recebeu decisão favorável do Tribunal Regional Federal da 1ª Região para que as casas de apostas não licenciadas no estado sejam bloqueadas pela Anatel. Ainda cabe recurso à decisão.

Mercado
symbolLogoGreen
instagram jogo do tigrinho.jpg
28 Jun, 2024
Instagram é notificado para esclarecer divulgação de cassino online por crianças 

O Ministério Público de São Paulo instaurou processo contra a rede social por suposta omissão diante da propaganda de influencers menores de idade para o jogo do tigrinho.

Mercado
symbolLogoGreen
patrocinio liberadores.jpg
29 Mai, 2024
Quais times da Libertadores são patrocinados por bets? 

Entenda por que os times brasileiros recebem mais patrocínios de casas de apostas frente a times de outros países que disputam a Libertadores de 2024.

Mercado