Escrito Por:
Mauricio Amaro
Atualizado:

Como Fazer Gestão de Banca de Apostas? 3 Métodos Comprovados

Como Fazer Gestão de Banca de Apostas? 3 Métodos Comprovados

Não ter gestão de banca pode levar um apostador a perder muito dinheiro.

Mas isso pode ser facilmente evitado! ☝️

Tudo vai depender de 2 fatores:

  1. Se você tem gestão mínima do seu dinheiro
  2. Qual método usa para gerir sua banca

Nesse artigo nós vamos lhe mostrar 3 métodos comprovados para gerir bem o seu dinheiro de apostas!

Mas só isso é suficiente para evitar prejuízos?

Não!

Por isso vamos dar dicas simples ao final do artigo, tanto para quem faz Trading na Betfair quanto para quem aposta em Sportsbook.

Começando pelo mais básico, o que é a banca do apostador?

A banca é o montante total que um apostador tem disponível para apostar.

Gestão de banca significa administrar esse valor a fim de não perdê-lo completamente em apostas, ficando no prejuízo.

Existem muitos métodos para isso. Nem todos, contudo, são eficazes.

Um exemplo disso é o Martingale. Na teoria ele funciona bem, mas na prática nem tanto.

Por isso, inicialmente, vamos falar sobre a banca mínima ideal para apostar e os princípios básicos da gestão de uma banca.

Posteriormente, lhe daremos a solução para gerir bem suas apostas, apresentando 3 bons métodos:

  • Valor Fixo
  • Valor Percentual
  • Critério de Kelly

Você encontrará na internet diversos depoimentos de apostadores falando sobre o valor inicial de suas bancas.

Tenha em mente, no entanto, que cada pessoa tem uma situação. Uns podem dispor de mais dinheiro, enquanto outros nem tanto.

Se a sua pergunta é: posso começar com pouco e dobrar a banca depois de um tempo?

Pode, deve e provavelmente vai conseguir!

O sucesso da banca está na forma como você a gerencia do que no montante inicial.

De qualquer forma, vamos esclarecer quais fatores interferem nessa decisão.

1. Realidade Financeira do Apostador

Não podemos cometer delírios aqui. Faça os cálculos de acordo com o seu rendimento mensal antes de separar qualquer valor para as apostas.

Isso é mesmo muito importante. Claro que há quem possa dispor de mais de R$ 1.000,00 todos os meses, porém não é o comum no Brasil.

A maioria das pessoas ganha um salário mínimo ou pouco mais. Há contas a pagar, além de gastos com alimentação e com outras necessidades.

Nesse cenário, é bem provável que sobre pouco para dedicar às apostas. O que não tem qualquer problema!

Citação
Mauricio Amaro
Citação de Especialista
Mauricio Amaro

Se você deseja começar a investir nesse mercado, precisa fazer isso de forma segura. A ideia é lucrar, não ter prejuízos!

Nunca dispense dinheiro que lhe vá fazer falta!

Uma boa regra geral será a de colocar de lado 10% dos seus ganhos para aumentar a sua banca.

2. Objetivos e Metas de Ganhos

Não existe isso de apostar três ou quatro vezes em eventos aleatórios simplesmente para ver no que dá.

É preciso ter um objetivo!

Mesmo que você queira apostar apenas para se divertir, lembre-se: é seu dinheiro que está em jogo.

O verbo aqui não é gastar, mas sim investir.

E como todo bom investimento, é importante que haja metas a serem cumpridas.

Nesse sentido, pense em quanto quer ter de retorno em 1 mês, em 6 meses e em 1 ano.

Os lucros são proporcionais à banca inicial. Então, quem tem uma banca de R$ 5.000,00 vai lucrar mais em um mês do quem tem uma de R$ 500?

Não necessariamente. Quanto mais elevado o valor disponível para aposta, maior é o valor disponível para apostar em cada stake. Mas isso em tese.

Quem tem R$ 5.000,00 pode perdê-los em um mês.

Já quem tem R$ 500 pode multiplicá-los e chegar aos R$ 5.000,00.

O importante é traçar metas. Se quer obter R$ 100 de retorno ao final de 30 dias de aposta, pode facilmente começar com uma banca de R$ 100.

Isso significaria que você dobrou sua banca em um mês! Um excelente objetivo de se cumprir.

3. Valor Investido em Cada Aposta

Por fim, defina o quanto quer investir em cada aposta. Salientamos que aqui é preciso haver coerência.

Nada de apostar R$ 20 em um dia e R$ 70 no outro! Isso é quase certeza de que irá quebrar a banca rapidamente.

Esse é um erro típico de quem não tem estratégia de aposta e de quem não busca por apostas de valor.

Não é necessário apostar todos os dias ou mesmo toda semana.

Você só deve apostar quando encontrar valor nos eventos.

Há chances reais de ganhos? Posso obter lucros elevados? Então, vale a pena apostar!

Porém mesmo quando as apostas tem valor é preciso ter uma stake coerente.

Você pode trabalhar com um montante determinado ou com uma porcentagem da banca. Desde que saiba responder as suas variações.

Qual Valor Deve Ter a Banca Inicial?

A banca mínima ideal deve atender satisfatoriamente aos fatores acima explicados:

  • Sua realidade financeira

  • Suas metas enquanto apostador

  • O quanto deseja investir em cada aposta

Respeitando a realidade financeira da maioria dos brasileiros atualmente, diríamos que uma banca inicial interessante deve ser de no mínimo R$ 100.

Por quê?

Esse valor corresponde atualmente a pouco mais de 10% do salário mínimo brasileiro. Alguns o transferem para uma poupança.

Vamos lembrar que diversos especialistas apontam que guardar 10% dos seus rendimentos todos os meses é uma forma de garantir uma boa velhice.

Hoje uma poupança rende em torno de 0,5% ao mês.

Ou seja: se você depositar R$ 100, renderá após 30 dias apenas 50 centavos.

Mas digamos que você queira investir esses R$ 100 nas apostas esportivas. Já está decidido que essa será a sua banca inicial.

O próximo passo é definir sua meta. Depois de montar um planejamento, quer, ao fim de um mês, dobrar o montante. Logo: R$ 200.

Só não pense que você vai ficar rico de um dia para o outro com apostas esportivas…

Por medida de segurança, claro, você decidiu apostar 10% da sua banca. Temos, assim, uma stake de R$ 10.

O evento escolhido foi Espanyol vs. Getafe, pela LaLiga Santander.

  • Getafe, jogando fora de casa, tem 20 pontos na competição. Está em 7° lugar
  • Espanyol é o penúltimo, com 8 pontos.
aposta laliga

Ao analisar as odds do evento no site da BetWay, você acha que, na verdade, o Getafe tem mais chances de ganhar do que a odd demonstra.

Sendo assim, a odd deveria ser menor. O que configura uma aposta de valor!

Decidido: você aposta R$ 10 na vitória do Getafe. Para sua alegria, o time de fato vence o encontro.

Temos, portanto:

R$ 10 x 2,80 = R$ 28,80 de ganhos e R$ 18,80 de lucro

Em apenas uma aposta você ganhou R$ 18,30 a mais do que ganharia em um mês com os R$ 100 parados na poupança.

Entendemos se você nos disser que R$ 100 é muito. Tudo bem!

Experimente começar com R$ 50.

Mantenha a tática dos 10% da banca. Mesmo apostando R$ 5 na vitória do Getafe, você teria um ganho de R$ 14, com um lucro total de R$ 9.

Claro que nem sempre nossos palpites serão certeiros. Eventualmente, todo apostador perde, e isso é algo que você precisa internalizar.

O importante é que, após definida a sua banca inicial, mantenha uma estratégia inteligente de aposta.

Uma delas, como visto acima, é focar-se em apostas de valor. Mas a mais importante é a gestão da banca.

Sites Recomendados Para Apostar

A ideia por trás da gestão de banca é bastante simples na teoria. Você tem um determinado valor inicial, que pode ser de R$50, de R$100 ou mesmo mais.

Citação
Mauricio Amaro
Citação de Especialista
Mauricio Amaro

Gerir a banca significa apostar um valor correto de acordo com o valor da banca. O objetivo é rentabilizá-la, correndo o menor risco possível.

Ou seja: é gerir o risco de cada aposta, apostando apenas o necessário para que, caso vença, tenha um lucro satisfatório. E caso perca não perca muito de uma só vez.

A pior coisa que você pode fazer nesse sentido é arriscar tudo numa só aposta, porque caso isso corra mal, você perde tudo – e os azares acontecem…

Há diversos métodos de gerenciamento para isso. Muitos, porém, não são eficazes ou confiáveis.

É o caso do Martingale.

Mito do Martingale

Não podemos considerar o Martingale um método de gestão de banca, apesar de ele ser usado há muito tempo como estratégia para isso.

Isso se explica porque na prática o Martingale não é confiável. Pode, portanto, levar rapidamente à quebra da banca.

A ideia geral é de que um evento em um jogo vai acontecer porque não acontece há algum tempo.

Mas vamos a um exemplo clássico de jogo de roleta para você entender.

A sua banca é de R$50. Você aposta R$5 que a bolinha vai cair no vermelho. Ela cai, no entanto, no preto. Resultado: prejuízo de R$5.

Os princípios do Martingale ditam que agora você deve apostar o dobro do que apostou antes para tentar recuperar o prejuízo.

Novamente o palpite é na bolinha caindo no vermelho. Ela cai no preto, e agora o prejuízo total é de R$15. A banca já desceu para R$35.

Consegue notar o perigo do Martingale?

Se seguir dobrando sua aposta, pode levar sua banca à falência em mais 2 rodadas.

O Martingale depende MUITO da sorte para funcionar.

metodo martingale

Por isso não é nem de longe o melhor método para gerir uma banca.

Você pode pensar: “Ah, pô… mas alguma vez eu vou ter que acertar!”

Isso até pode estar certo, mas esse é um dos motivos que muitas casas de apostas ou cassinos limitam o montante máximo que pode ser colocado numa só aposta!

Além disso, na roleta os resultados passados não influenciam os resultados futuros. É um erro achar que na próxima rodada o resultado vai ser vermelho, apenas porque nas rodadas anteriores saiu sempre preto!

Vejamos então alguns dos melhores métodos para você gerir a sua banca com eficácia.

Sites Recomendados Para Apostar

Como vimos acima, o Martingale não é o método mais confiável de gestão de banca.

Não podemos depender apenas da sorte para gerir nosso dinheiro.

Uma estratégia interessante é estabelecer um valor único para todas as suas apostas. É nisso que se baseia o método conhecido como Valor Fixo.

O Valor Fixo é limitado e restrito, mas é uma boa forma de você entender bem como funciona uma gestão de banca estruturada.

Esse método consiste em apostar sempre o mesmo valor em todas as apostas.

Para que você compreenda bem, digamos que sua banca seja de R$60. Você irá apostar sempre R$3, respeitando a ideia de valor fixo.

Tenha em mente que isso representa 5% da sua banca.

Se apostar esses R$3 em uma odd de 2,00 e vencer, obterá R$6. A banca agora fica com R$63.

Mesmo que o montante tenha aumentado, na próxima aposta você continuará a apostar R$ 3 reais. Essa coerência é a estratégia por trás do valor fixo.

Valor Fixo: Vantagens e Desvantagens

Vantagens

Sabe o Quanto Vai Gastar

Não Há Surpresas Negativas

É Fácil de Implementar

Desvantagens

Método Muito Rígido

Não Leva em Conta Flutuações

É Mais Arriscado

É fato que fazer apostas sempre com um mesmo valor facilita gerir a banca. Você sabe o montante que tem disponível e sabe sempre o que vai gastar.

A rigidez do método nesse sentido é uma bela vantagem.

Isso é sempre um ponto positivo, pois quando for “hora de parar”, se essa hora chegar num dia mau, você não perdeu totalmente a sua banca!

E aqui entramos no outro lado do Valor Fixo: ele não considera as flutuações da banca.

Se você iniciar com uma banca de R$60 e fizer 5 apostas seguidas de R$3 em odds de 2,00, todas vencedoras, claro que isso é positivo.

Afinal, você fica com R$ 90! Mas agora R$ 3 representam 3,3% da sua banca de R$ 90, não mais 5%.

Mas e se você fizer 5 apostas seguidas e elas forem perdidas?

É preciso pensar que conforme o valor da banca diminui, o valor apostado precisa seguir essa flutuação. Do contrário, você não a estará gerindo bem.

Nesse sentido, o Valor Fixo não é o mais adequado.

É preciso que você tenha uma gestão de banca que respeite sempre as suas flutuações.

Para você ter uma ideia do quão arriscado é usar o Valor Fixo, os apostadores mais experientes apostam apenas 2% a 5% da banca.

Se você notar que o que está apostando passa muito disso, é preciso repensar esse método.

Sites Recomendados Para Apostar

O Valor Percentual é um método mais seguro e flexível de administrar a banca. Em vez de usar montantes fixos, você usa porcentagens.

Como dissemos acima, os grandes apostadores apostam com uma margem segura. Ela gira entre 3% a 5% da banca total, sendo acima disso algo muito arriscado.

Citação
Mauricio Amaro
Citação de Especialista
Mauricio Amaro

Tenha em mente que grandes apostadores operam com bancas muito grandes. Para bancas menores a porcentagem pode ser maior.

Nesse método, você pode ou não usar a mesma porcentagem em todas as apostas.

A ideia é respeitar a banca. Usando percentuais sempre baixos você consegue ter segurança e evitar prejuízos desastrosos.

Essa tática ainda permite ao apostador correr riscos de vez em quando.

Nesses casos vale subir para 10% o valor apostado quando perceber uma aposta de valor em que você tenha muita confiança!

Tenha em mente que a porcentagem deve estar sempre relacionada ao montante total da banca.

Os 5% não representam o mesmo impacto em um orçamento de aposta de R$600 em relação a um de R$100.

Valor Percentual: Vantagens e Desvantagens

Vantagens

Maior Controle Financeiro

Método Dinâmico

Leva em Conta Flutuações

Desvantagens

Ruim para Bancas Elevadas

Necessário Variar Porcentagens

Não existe método de gestão de banca infalível. Podemos dizer que o Valor Percentual, contudo, é muito eficaz.

Em relação ao Valor Fixo, essa estratégia é mais dinâmica, porque além do valor apostado variar conforme a evolução da banca, você não precisa focar-se sempre em uma só porcentagem.

A ideia é justamente o oposto: escolha a porcentagem de acordo com a confiança que você tem na aposta.

Se a sua banca é de R$100 e você percebeu uma aposta de valor, aposte 10% do montante. No caso seriam R$10.

Se ganhar, ótimo! Mas se perder, será aconselhável diminuir a porcentagem apostada na próxima aposta. É uma medida de contenção de banca.

A vantagem é que no próximo jogo feito, reduzindo em 5% a porcentagem, você reduz o risco de piorar mais a sua situação.

Esse dinamismo, no entanto, pode ser um ponto negativo desse método. Principalmente se sua banca for maior e a porcentagem apostada também.

Sites Recomendados Para Apostar

O Critério de Kelly é atualmente um dos métodos mais sofisticados de gestão de banca.

Ele foi desenvolvido pelo físico-matemático John Kelly, em 1956. A ideia de Kelly é bastante simples e leva em consideração dois fatores:

  • Probabilidade de um resultado ocorrer (calculada pelo apostador)
  • As odds da casa de apostas para esse resultado

A ideia é fazermos um cálculo muito simples para chegarmos à porcentagem da banca que devemos apostar!

A fórmula usada para isso é:

Kelly = (BP – Q) / B

B = (Odd da Casa) – 1
P = Probabilidade de o resultado acontecer (de acordo com sua opinião)
Q = Probabilidade de o resultado não acontecer, ou seja 1 – P
odd tottenham
Apostamos na vitória do Tottenham, com odd de 2,87

Vamos assumir que, após termos feito a nossa análise, acreditamos que a chance do Tottenham vencer é de 33%.

Com essa informação em mãos, vamos ao Critério de Kelly:

Critério de Kelly = (2,87 – 1 x 0,34 – 0,66) / (2,87 -1) = – 0,0129

O resultado acima deu negativo, e você deve estar se perguntando se há algo de errado com o cálculo. Não, não há.

Isso ocorre porque segundo o Critério de Kelly não compensa apostar nesse resultado com essa odd de vitória para o Tottenham.

Por quê?

Porque a odd que a casa colocou na vitória do Tottenham (2,87) significa que a casa acha que a probabilidade do time londrino vencer é de 34,8%.

Se a casa dá uma chance de vitória para o Tottenham maior do que a que a gente acha que é verdadeira, então não compensa apostar nesse resultado. Não é uma aposta de valor!

Mas vamos a um exemplo quando o critério é positivo.

Digamos que você queira apostar no clássico gaúcho Grêmio vs. Inter.

GrêmioEmpateInter
Odd1,713,253,65
Probilidade58,5%30,8%27,4%

Como você conhece as estatísticas atuais dos clubes, você presume que, na verdade, o Grêmio tem 65% de chances de vitória. Kelly nos diz que:

  • B: 1,71 – 1 = 0,71
  • P: 0,65
  • Q: 1 – 0,65 = 0,35

Ou seja:

(0,71 x 0,65 – 0,35) / 0,71 = 15,7%

Para facilitar sua vida, você pode usar a calculadora abaixo – nesse caso a odd da casa é 1,71 e a probabilidade de real, calculada pelo apostador, é 65%:

Odd decimal da casa:
Probabilidade real:
Porcentagem da banca que deve apostar: 15.70

Se o valor for negativo não se deve fazer a aposta!

Seguindo o exemplo acima, o Critério de Kelly nos diz que você deve apostar 15,7% da sua banca na vitória do Grêmio.

Isso só é possível levando em consideração a odd da casa e a probabilidade real de o evento acontecer.

Aqui identificamos um pequeno problema do método: pode acontecer de o método sugerir apostar porcentagens muito altas da sua banca.

Cabe o discernimento do apostador em decidir se vale a pena fazer a aposta ou não. É costume no Critério de Kelly estabelecer um teto porcentual máximo.

Critério de Kelly: Vantagens e Desvantagens

Vantagens

Gestão Baseada nas Odds

Método Mais Organizado

Indica se Vale Apostar ou Não

Identifica Apostas de Valor

Desvantagens

Trabalha com Altos Percentuais

Método Muito Complexo

Uma das principais vantagens do Critério de Kelly é o poder de gestão que ele dá ao apostador.

Não estamos falando de valor ou de percentual apostado. A gestão é baseada nas odds de determinado evento.

O Critério de Kelly é vantajoso porque, usando um dado da própria casa e a nossa estimativa, podemos verificar se vale a pena apostar ou não.

Por isso que esse método é um dos que mais se conecta ao cálculo do valor esperado e às apostas de valor.

GESTÃO EFICIENTE!

Você sabe o quanto apostar e mesmo quando apostar ou não.

gestao de vanca eficiente

Mas isso só é possível se você souber identificar as probabilidades reais de um evento acontecer.

Já a principal desvantagem do Critério de Kelly é ele às vezes sugerir apostar percentuais muito elevados da sua banca.

Lembre-se que 5% da banca é um percentual seguro. Mas caso sinta-se confiante em um resultado, sugerimos que o máximo seja 15%.

Além disso, alguns apostadores podem achar o cálculo de Kelly complicado. Se for esse o seu caso, a calculadora acima vai lhe ajudar bastante.

No início do artigo prometemos uma dica de estratégia, e ela está relacionada ao EV+ ou o já mencionado valor esperado positivo.

Em primeiro lugar existem 3 tipos de apostadores:

  • O que não tem gestão de banca nem estratégia
  • O que TEM gestão de banca, mas não tem estratégia
  • E aquele que tanto gere bem a banca, como tem um plano de apostas

Ou seja: mesmo uma pessoa com bom domínio da banca deve traçar um planejamento de longo prazo buscando o EV+. Do contrário, cedo ou tarde, vai acabar no prejuízo.

Por essa razão a gestão de banca eficiente deve ser combinada com a busca por apostas de valor!

Quando você tem um comportamento que busca o EV+, até oscila de tempos em tempos, mas no fim mantém bons ganhos.

Os melhores traders esportivos seguem 3 pilares para terem sucesso em suas apostas:

  1. Análises de campeonatos e eventos
  2. Definição de estratégias e de técnicas de aposta
  3. Gestão de Banca eficiente

Claro que esses pilares servem para qualquer tipo de aposta. Mas no Trading, que é mais complexo, eles são ainda mais importantes. Principalmente o último!

Além de escolher um bom método de gestão de banca um trader precisa lidar com seus investimentos de forma profissional. O que significa ter:

  • Organização: com um dos métodos acima você sabe o quanto separar de dinheiro para cada trading. Tenha um orçamento e siga-o de forma coerente
  • Calma: no trading se ganha pouco a pouco, portanto tenha calma ao operar em sites como a Betfair. Não arrisque mais do que pode perder
  • Cautela: não invista se não encontrar EV+. Calcular se vale a pena o risco/recompensa é uma forma de manter a banca equilibrada
  • Controle: perdeu? Não tente recuperar tudo em uma só partida. Controle o emocional para não colocar a banca em risco ao entrar e sair de forma desorganizada de apostas
  • Planilha: uma planilha no Excel para Trading é fundamental. Registre todos os jogos em que entrar qual foram os resultados que obteve. Revise os erros para manter-se no bom caminho.

Tendo esses 5 fatores em consideração você fica mais preparado para apostar em bolsas de apostas como a Betfair, pois entra com maior domínio sobre sua banca.

Métodos de gestão de banca existem aos montes por aí. E uns invariavelmente são mais eficazes que outros.

Mesmo assim alguns apostadores se sentem mais confortáveis com determinada técnica. Mesmo que essa nem sempre seja a melhor.

Da nossa parte, consideramos o Critério de Kelly Simples um dos mais vantajosos métodos para gerir a banca.

Ele indica a porcentagem da banca que deve apostar em um evento e indica em alguns casos que você não deve fazer uma aposta.

Isso ficou muito evidenciado no exemplo acima. O que é fantástico, pois você tem noção de quando não vale a pena fazer um investimento!

Citação
Mauricio Amaro
Citação de Especialista
Mauricio Amaro

Apostadores mais experientes, como os Traders, costumam usar mais de um método de gestão de banca ao mesmo tempo.

Portanto não se sinta preso a uma única estratégia. Gerir o seu dinheiro de forma eficaz pode exigir mais de uma técnica de gestão.

O importante é que se sinta seguro e que consiga controlar com eficácia as suas apostas.

Sites Recomendados Para Apostar

Dúvidas Frequentes

Para correr riscos calculados e minimizar prejuízos em suas apostas. É uma maneira de apostar responsável e incentivada por todas as casas de apostas confiáveis, como a Bet365.

São eles: Martingale, Valor Fixo, Valor Percentual e Critério de Kelly. O mais importante é encontrar o que mais funciona para o seu perfil de apostador.

A melhor forma é lidar com suas apostas de maneira profissional. Seja organizado, tenha cautela e registre tudo em uma planilha, especialmente se for focar em trader esportivo. Aliás, o melhor site para esse tipo de aposta é a Betfair!

Apostar 10% da sua banca é um montante seguro para gerir seu dinheiro.

Isso vai depender de diversos fatores, como sua realidade financeira, objetivos de ganhos, valor investido em cada aposta e o método de gestão de banca escolhido por você.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 pensamientos on “Como Fazer Gestão de Banca de Apostas? 3 Métodos Comprovados

    Comentários de usuários

  1. admin

    Ótimo texto. Obrigado

    1. admin

      Em média quantas entradas devo fazer por dia? Recebo dezenas de palpites por dia. Qual o número ideal de apostas devo fazer para uma banca pequena?

      1. admin

        Olá, John!

        O importante não é quantas entradas fazer por dia, mas sim a qualidade das entradas.

        Digamos que sua banca, por exemplo, seja de R$50, ok? Você pode apostar 10% da banca, que é uma porcentagem alta e equivale a R$5. Mas isso só compensa se for em um evento com odds entre 1,30 e 2,00 e que você sabe que a variância é baixa.

        Exemplo: um mercado 1X2 em que temos odds de 2,00, 3,75 e 4,35. Sabemos que as chances de o resultado com odd de 2,00 de fato ocorrer é maior, visto que as demais odds têm uma boa distância de valor em relação a ela. Logo, vale a pena apostar R$5 (10% da banca) nessa odd de 2,00, pois a probabilidade de você ganhar a aposta é relativamente tranquila.

        Por outro lado, apostar 10% de uma banca de R$50 em uma odd de 2,00 no 1X2, em que as demais odds são de 3,00 (empate) e de 2,50 (vitória da outra equipe), consideramos perigoso. A variância tende a ser maior nesse caso, visto que é um evento disputado. O favorito não é assim “tão favorito”. As chances de o jogo mudar e tudo virar é bastante alta, dependendo das equipes e do campeonato.

        Esperamos ter esclarecido sua dúvida!

        Equipe Aposta Legal

  2. admin

    No caso, se eu for apostar em 3 jogos usando o valor percentual, devo usar 3-5% nas 3 apostas somadas ou em.cada uma? 5% ou 5%+5%+5% ?

    Abs

    1. admin

      Olá, Tiago!

      Você vai usar 3 a 5% em cada aposta, e por isso o valor percentual é variável. Digamos que aposte 5% de uma banca de R$50, o que daria R$2,50 apostados. Caso perca, ficará com R$47,50, certo? Na próxima aposta pode apostar mais 5%, o que dará algo como R$2.37. Ou pode reduzir para 4 ou 3%. Caso queira recuperar a perda, pode aumentar para 10%.

      O ponto importante dessa estratégia é que ela permite variações de acordo com o evento e com a própria banca. Se fosse um evento em que as chances de você vencer fossem mesmo altas (odds de 1,70 para uma de 4,70) no Resultado Final, por exemplo, por que não apostar 10% da banca?

      Esperamos ter respondido as suas dúvidas!

      Equipe Aposta Legal

Comparar Casas de Apostas

Selecione no máximo 3 casas

Comparar